Pousada Cavalo Marinho
Artigos mais Lidos
Profissão de Marinheiro

Profissão de Marinheiro

Série Profissões access_time23 minutes ago

Marinheiro é o termo utilizado para definir o profissional que opera embarcações ou assiste sua manutenção e serviço. Aplica-se, também, aos que trabalham na Marinha Mercante e pesca, bem...

Praia das Sete Fontes

Praia das Sete Fontes

Praias De Ubatuba access_time23 minutes ago

Muito conhecida por turistas que possuem embarcações e também por quem contrata serviços de passeios ou de lancha e ou escunas.Os passeios para a Praia das Sete Fontes partem...

Globoplay é hackeado: Globo esclarece notificação enviada aos usuários do app

Globoplay é hackeado: Globo esclarece notificação enviada aos usuários do app

Tecnologia access_time23 minutes ago

Os aplicativo Globoplay, de assinantes ou não, receberam no último sábado notificações de um grupo hacker que invadiu a plataforma. Foram divulgados contatos dos hackers e também pediram para que uma...

Profissão de Marinheiro

Profissão de Marinheiro

chat_bubble_outline0

Marinheiro é o termo utilizado para definir o profissional que opera embarcações ou assiste sua manutenção e serviço. Aplica-se, também, aos que trabalham na Marinha Mercante e pesca, bem como aos militares da Marinha e aos profissionais da náutica de recreio. Existem diferentes especializações e categorias para o profissional marinheiro, sendo que todas envolvem o serviço prestado em embarcações, nas mais variadas funções, desde o uso de maquinários e radiocomunicações até profissionais da saúde. O marinheiro é o profissional da Marinha, seja no âmbito civil - marinha mercante - ou no âmbito militar.

É importante observar que existem 2 tipos de Marinheiros, são eles marinheiros da Marinha Brasileira(forças Armadas) e Marinha Mercante(Setor Privado).

Como ingressar na Marinha Brasileira?

A primeira forma de se tornar um marinheiro é fazer o ensino médio no Colégio Naval. Para se candidatar será necessário cumprir alguns requisitos como idade mínima de 15 anos e máxima de 18 anos; ter o ensino fundamental completo ou estar em fase de conclusão; estar em dia com as obrigações militares. Além de tudo isso, ainda é preciso fazer uma prova de admissão.

O curso do Colégio Naval, em regime de internato, inclui as disciplinas básicas do ensino médio e também o inglês, espanhol e informática. A prática de esportes como a vela, remo, natação, judô, futebol, entre outros, está prevista no currículo.
Após três anos de curso, o formando segue para a Escola Naval que o prepara para a carreira de oficial da Marinha.

Outra forma de seguir a carreira de marinheiro é alistar-se às Forças Armadas, o que na realidade é uma obrigatoriedade para os homens aos 18 anos de idade. Nesse processo o candidato pode manifestar a preferência pela Marinha, mas o seu pedido será analisado de acordo com os requisitos exigidos pelo órgão.

O concurso público também é uma porta de entrada para quem deseja seguir a carreira de marinheiro. Nesse caso é importante que o candidato tenha mais de 18 anos de idade, bem como o ensino médio completo.

Como ingressar na Marinha Mercante?

A marinha mercante, pode ser dividida em três ramos:

Marinha de comércio – dedicada às atividades econômicas de transporte de passageiros e de carga;
Marinha de pesca – dedicada à atividade da pesca;
Marinha de recreio – dedicada ao desporto náutico e às outras atividades recreativas.

Para trabalhar como Aquaviário na Marinha Mercante é necessário realizar os Curso de Formação de Aquaviários realizado pela Capitanias dos Portos. A profissão é regulamentada pela Diretoria de Portos e Costas da Marinha (DPC) da Marinha do Brasil que regulamenta todo o tráfego aquaviário em Águas Jurisdicionais Brasileiras e a salvaguarda da vida humana no mar.

A carreira de Aquaviário é dividida em duas seções: Convés e Máquinas. Dentro destas duas seções que compõem a categoria de Aquaviários, os profissionais são distribuídos em 6 grupos:

1º Grupo – Marítimos: tripulantes que operam embarcações classificadas para navegação em mar aberto, apoio portuário e para a navegação interior nos canais, lagoas, baías, angras, enseadas e áreas marítimas consideradas abrigadas;

2º Grupo – Fluviários: tripulantes que operam embarcações classificadas para a navegação interior nos lagos, rios e de apoio fluvial;

3º Grupo – Pescadores: tripulantes que exercem atividades a bordo de embarcação de pesca;

4º Grupo – Mergulhadores: tripulantes ou profissionais não-tripulantes com habilitação certificada pela autoridade marítima para exercer atribuições diretamente ligadas à operação da embarcação e prestar serviços eventuais a bordo às atividades subaquáticas;

5º Grupo – Práticos: aquaviários não-tripulantes que prestam serviços de praticagem embarcados;

6º Grupo – Agentes de Manobra e Docagem: aquaviários não-tripulantes que manobram navios nas fainas em diques, estaleiros e carreiras.

Como ingressar na carreira de aquaviário?
Para ingressar na carreira de aquaviário o interessado deve procurar a Capitania dos Portos, Delegacia ou Agência mais próxima, que estão localizadas em todo território nacional. Após concluir o  Curso de Formação de Aquaviários o participante estará habilitado para ingressar na carreira de aquaviário como Moço de Convés o Moço de Máquinas.

A formação não garante uma contratação. O aluno formado terá que se candidatar as vagas nas empresas marítimas e offshore na área marítima.

Marinha de recreio

O Curso de Arrais Amador é o primeiro passo para aqueles que desejam ser habilitados a conduzir embarcações de esporte e recreio dentro dos limites da navegação interior (rios, lagos, lagoas, baías, enseadas, etc), delimitados pela Capitania dos Portos. o marinheiro de esporte e recreio pode atuar em embarcações particulares, marinas e semelhantes.

Categorias:

Capitão-Amador - apto para conduzir embarcações entre portos nacionais e estrangeiros, sem limite de afastamento da costa, exceto moto aquática.

Mestre-Amador - apto para conduzir embarcações entre portos nacionais e estrangeiros, nos limites da navegação costeira, exceto moto aquática.

Arrais-Amador - apto para conduzir embarcações nos limites da navegação interior, exceto moto aquática.

Curtiu o artigo ou tem dúvidas comente.

Autor

Renato Montanari

Renato Montanari

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas atua como consultor Web desde 2004. Especialista em programação PHP, Banco de Dados Mysql, CSS3, HTML5, Jquery, Responsive Design e um aventureiro em Artes Gráficas. Atualmente é consultor de Internet procurando oferecer a melhor solução de custo benefício a empresas que buscam um espaço na Web. Nas horas vagas uma das paixões é estar no Mar.

Enviar Comentário